6 ferramentas que todo desenvolvedor deveria conhecer

Se existem algumas ferramentas que eu acho que TODO desenvolvedor Unity deve conhecer? Eu não vou dizer que sim, vou dizer “claro que sim”!! Principalmente por se tratar de ferramentas grátis. Aí você talvez me pergunte: “mas se queremos que as outras pessoas pagem por nossos programas (e jogo não deixa de ser um programa) porque optar pelos gratuitos?

Na real, não se trata de optar. Conheço modelador que não abre mão do Maya, outros do 3D Max, ilustradores e fotógrafos que não abrem mão do Photoshop, pessoas que usam softwares premium de mixagem de áudio, por exemplo, dentre outros.

O lance aqui são outros dois: Primeiro é num momento de crise e você precisar cortar custos. Principalmente quem deseja se profissionalizar e está começando no universo cruel dos CNPJs: esse amigo aí tem que economizar! Segundo é você não ser pego desprevenido. Talvez alguém do seu time abandone o barco antes da hora! Aí você fica sem modelador, texturizador, animador, sem o cara do concept art, o cara do áudio, e o projeto não pode parar. Você vai sim precisar se virar enquanto não acha outra parceria (ou funcionário, quando estiver grande), pelo menos pra coisa não virar um incêndio.

Me lembro de ter falado um pouco de algumas das razões porque sou fã da Unity. Hoje quero tratar de ferramentas de apoio. Vamos lá?

Inkscape

Inkscape é a versão 0800 do Corel Draw, do Illustrator ou do Adobe InDesign (todos pagos!), utilizado na edição de imagens e documentos vetoriais, ou seja, gera imagens a partir de um caminho de pontos definindo suas coordenadas, de forma transparente ao usuário.

Imagens vetoriais têm maior aplicação em desenho técnico ou artístico e são, geralmente, mais leves e não perdem a qualidade ao sofrer ampliações ou giros, o que é ótimo! Possui uma interface simples, porém extensível, facilitando o uso tanto do iniciante quanto do profissional. Efeitos (criados em virtualmente qualquer linguagem) estendem o menu do Inkscape. Em 2007, os desenvolvedores trabalharam na implementação de janelas encaixáveis, como já é possível no GIMP.

Particularmente eu acho muito prático para criar pequenas artes. É um dos programas que eu acho que você deve averiguar.

Gimp

Quer se livrar da assinatura do Adobe Photoshop? Conheça o General Image Manipulation Program, e não vem com esse papinho de “programa de segunda” que eu dou na sua cara!!! A não ser que você, além de Desenvolvedor Unity, seja um fotógrafo profissional e utilize TODAS as funcionalidades do Photoshop e use-e-abuse do suporte, pirateá-lo é como roubar um Porsche para ir comprar pão alí na esquina: um luxo desnecessário.

O editor GIMP, além de ser “de grátis”, é de código aberto, voltado aos usuários finais para edição e manipulação fotográfica. Eu o uso para pequenos retoques nos sprites e edição de arte aqui do blog. Recomendo.

Dragon Bones

Outro programásso que eu acho que todo uniteiro deve conhecer é o Dragon Bones! Depois de criar o vetor no Inkscape e dar algum possível retoque no GIMP, está na hora de animar seu personagem meu camarada.

Gratuito, multiplataforma, código aberto. Alguém lembra dos quadrinhos animados? Pois é, isso é Dragon Bones. Com ele é fácil criar vários personagens (aqueles NPCs que não tem nome) com uma rápida troca-de-roupa ou acrescentar um pequeno detalhe.

Com exportação para Unity, mesh deform, animação de skin, motion clip com timeline, dentre outros, Dragon Bones é vida. A curva de aprendizado pode vir a ser um obstáculo, mas vale a pena!

Blender

A menina dos olhos de uns e picolé de chuchú de outros, o Blender (também conhecido como Blender3D mas o certo é Blender mesmo) é um software gratuito de modelagem em 3D de código aberto. Também é utilizaddo para animação, texturização, renderização, edição de vídeo e algumas aplicações interativas com o Blender Game Engine.

Suas aplicações vão não somente para desenvolvimento de jogos, mas para arquitetura 3D, modelagem de desenho técnico mecânico, como a demonstração de um motor de carro desmontando peça por peça por exemplo, animações para TV, e projetos para impressoras 3D – aquelas que imprimem em polímero.

Por ser de código aberto, ele permite ser automatizado em alguns de seus processos utilizando-se da linguagem Python. Processos automatizados significam, no mínimo, tempo otimizado.

Awesome Bumb

O Awesome Bump é um programa gratuito de código aberto feito para gerar, a partir de uma simplória imagem, os mapas de textura normal, height, specular, ambient occlusion, roughness e metálica. O processo é basicamente feito todo pelo computador e os parâmetros podem ser modificados em tempo real.

Não vou tentar te convencer que é um dos melhores no estilo, mas até onde eu sei é o único gratuito. Tenho que ser honesto contigo. Existem 2 versões pagas, que são o Crazy Bump e o Substance B2M. Acredito que cabe a você experimentar os trials dos programas pagos e o AB e me dizer o que achou.

Em tempo: não disse que ele é ruim, tá? É eu achei ele bem complicado de aprender, mas você pode ter mais facilidade com ele do que eu tive.

Audacity

Subestimados por alguns, o Audacity é um software 100% livre para edições de áudio em geral. A gama de tutoriais internet à fora ajudam a agregar valor ao programa, que é muito popular entre youtubers, podcasters, e produtores.

Importação e exportação em diversos formatos, gravação e reprodução de sons, mixagem e diversas faixas, efeitos digitais e plugins, edição de aplitude de onda, remoção de ruídos, equalizador e o famigerado “copiar-colar” são alguns de seus recursos.

Ferramentas Bônus:

Sim, porque eu não ia me ausentar sem falar um pouco de outros softwares que também utilizo pra dar aquela mãozinha, e que mãozinha! Porém devo dizer que são softwares pagos, mas que eu acho que vale a pena o investimento. Na verdade eu espero promoção tipo “Summer Sales” ou “Black Friday” e geralmente economizo horrores. Tá cheio de softwares de edição na minha wish list do Steam – porque lá não tem só jogo, rs..

Spriter Pro

Desenvolvido pela Brashmonkey, o Spriter Pro é uma alternativa paga ao Dragon Bones, e não vou mentir: foi um dos primeiros softwares que eu comprei (pela Steam) e não me arrependo. Descobri o Dragon Bones após a compra, é verdade, mas devo dizer que a interface o Spriter Pro é MUITO MAIS SIMPLES. Resumindo: valeu o investimento!

Axis Game Factory

Desenvolvida pensado em ser um verdadeiro economizador de tempo, o Axis Game Factory é utilizada para uma rápida fabricação de cenários, e a capacidade de fabricar cavernas em detalhes, particularmente me ganha. Se você já tentou montar um mapa no WarCraft3® naquele editor que vem embutido, vai relembrar bastante deste momentos. Claro que não é tão simples quanto no jogo da Blizzard, mas a nostalgia é inevitável.

Aseprite

Para quem não abre mão do nostálgico estilo em Pixel Art, não tem como não se derreter pelo Aseprite. É capaz de produzir seus sprite sheets, arquivos gif, rotacionar o pixel, confecção de sprite encaixável. Também conta com pincéis customizáveis para pixel art, composição de camadas para criar efeito de cor, recupera arquivos em casos de “crash”. Também há uma versão trial apra se experimentar. Valeu o investimento.

Mas viu, me fala uma coisa, achou que ficou faltando algum programa nesta lista? Achou que fui injusto em alguma recomendação? Comente aqui e compartilhe com seus amigos, tenho certeza que eles vão ter algo a dizer!

Aquele abraço e até a próxima.

Ir para a barra de ferramentas